top of page

O “RAIO-X” para manter um barco

Updated: May 1, 2023

Dizem as más línguas que ter uma lancha são duas alegrias, uma na hora da compra e outra na hora da venda. Mas nem sempre é assim, nós da WONDER BOAT planejamos cada passo que damos adiante e vamos listar os itens essenciais para planejar a compra da sua tão sonhada embarcação e mantê-la em perfeito estado, pronta pra navegar sem imprevistos ou arrependimentos

DOCUMENTAÇÃO

Ao realizar a compra ou transferência de uma embarcação, primeiramente deve-se regularizar a documentação junto a Capitania dos Portos, podendo utilizar a praticidade dos serviços de um despachante náutico. Esses documentos são:

IE/TIEM – Título de Inscrição de Embarcação;

Termo de Responsabilidade – Documento que expressa que o proprietário da embarcação se responsabiliza pela mesma para todos os fins;

DPEM – Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Embarcações ou por suas Cargas

Carteira de Habilitação de Amador – Arrais-Amador, Mestre-Amador ou Capitão-Amador.

A regularização dessa documentação possui um valor médio entre R$ 400,00 R$ 800,00 podendo variar dependendo do serviço do despachante, com um acréscimo de R$ 1.200,00 para a habilitação de Arrais-Amador

De acordo com a NORMAM 3, esses documentos são obrigatórios e devem estar sempre presentes na sua embarcação em qualquer saída, evitando assim enormes dores de cabeça no caso de uma abordagem da Marinha do Brasil, Polícia Federal, etc. 


SEGURO

Assim como o carro, além do seguro obrigatório, é de extrema importância contratar um seguro particular para a sua embarcação. Em geral o custo deste serviço está entre 0,5% 2,0% do valor da embarcação, este valor é calculado através de uma vistoria realizada por um engenheiro naval que leva em consideração diversos fatores como, tipo, comprimento e material do casco, propulsão, local de guarda, área de navegação, etc.

O seguro cobre o valor integral do barco no caso de sinistro e em incidentes que prejudiquem a estrutura do barco, desde que causados por fatores externos. Em outros casos é possível incluir cláusulas extras de proteção, como por exemplo, cobertura de roubos/furtos de equipamentos.


GARAGEM NÁUTICA

Ao comprar uma embarcação deve-se levar em consideração o local onde irá guarda-la. No caso de optar por uma Marina o serviço é pago pela vaga do barco que pode ser seca ou molhada tendo a disponibilidade de serviços inclusos como ligar o motor semanalmente, retirar e colocar o barco na água, manutenção da limpeza do barco, o que em alguns casos é cobrado à parte.


FUNCIONÁRIOS

Se você precisa de um profissional para manter a sua embarcação em ordem, com a limpeza em dia, receber prestadores de serviço e ainda por cima, habilitação para sair com o seu barco, então é recomendado a contratação de um marinheiro que vai dar a atenção necessário aos cuidados que se deve ter na manutenção da sua embarcação. O salário pode variar entre R$ 1.500,00 R$ 8.000,00 dependendo do currículo do marinheiro, tamanho do barco, necessidade de um ou dois ajudantes, etc.


COMBUSTÍVEL

Para fazer uma simulação do gasto mensal, vamos considerar que o uso médio do barco por ano seja de 100 horas, uma média citada por vários especialistas no assunto. E que a Gasolina Podium custe R$ 5,80 por litro, valor médio praticado em postos de marinas em São Paulo e Rio de Janeiro. Para lanchas mais econômicas abaixo de 28 pés gastam-se por mês aproximadamente R$ 970,00 com combustível por mês.

Barcos maiores de 28 pés que costumam ter dois motores movidos a diesel. Se cada motor for de 320 HP de potência, o consumo de diesel pode ser próximo de 30 litros por hora cada motor. De acordo com o presidente da ACOBAREduardo Colunna, se o mesmo motor fosse movido a gasolina, o consumo seria quase o DOBRO, mas motor a diesel custa 50% a mais do que o motor da gasolina. Considerando que o diesel custe hoje cerca de R$ 4,00, para um uso de 100 horas, pode-se dizer que seriam gastos R$ 2.000,00 reais por mês para um barco médio/grande-porte a diesel.


MANUTENÇÃO PREVENTIVA

motor é a peça que exige mais cuidados, é necessário verificar o funcionamento semanalmente e sua manutenção pode incluir a troca de correia, de óleo, de filtros e da hélice. Mesmo que a quantidade de horas de uso do motor não for atingida, não é recomendado passar de seis meses sem esse processo de revisão.

Além de seguir à risca o calendário de revisões de cada motor, o proprietário deve solicitar a verificação nos demais itens, como sistema eletrônico de navegação, sistema de refrigeração, sistema elétrico, sistema hidráulico, estofamento, geradores e bombas, além de uma inspeção visual no casco à procura de algum dano derivado do contato com pedras, troncos ou até mesmo com outros barcos. 

De acordo com Fernando Previdi, autor do blog “Avante – da terra para o mar” e proprietário de barcos desde 2007, “O mar agride muito o barco, então é interessante ter uma previsão do mesmo valor gasto com o motor, para gastar com esses outros itens”, diz.


DIA D

Pronto, agora sabemos tudo o que devemos levar em consideração para NÃO haver surpresas após a compra da sua tão sonhada embarcação de esporte ou recreio. Conte com a WONDER BOAT para mantê-lo informado sobre novas tecnologias, informações do mercado náutico, consultoria para dimensionamento e execução de projetos para o sistema eletrônico de navegação e deixar a manutenção sempre em dia para evitar imprevistos na hora da saída para o lazer ou pesca.


REFERÊNCIAS


0 views0 comments

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page